Home - Destaque - CASSI e PREVI: resultados dos encontros

CASSI e PREVI: resultados dos encontros

A reunião que ocorreu na terça feira, dia 24/09, no Sindicato dos Bancários, em que houve a participação do membro do Conselho Deliberativo da PREVI, Wagner Nascimento, não trouxe novidades no que já temos de informação sobre a situação da CASSI. O Diretor na verdade reforçou as posições rígidas do Banco para a elaboração de uma nova proposta. Alegou que nas propostas anteriores o Banco não manifestou a intenção de se isentar da obrigação de nos assegurar a assistência à saúde, o chamado Benefício Definido.

Mas a nada se chegou de conclusivo nem de convincente.

No dia 25/09 iniciou-se novo encontro, por iniciativa do Banco, com as entidades representativas dos funcionários, em Brasília, para uma possível nova proposta. Já fui informado que o Banco está amenizando em alguns pontos os termos do acordo. Vamos aguardar e nos manter informados para uma nova votação.

Na reunião PREVI ocorrida na Agência Central do BB no dia 25/09, com o comparecimento do Diretor Márcio Souza, houve uma explanação sobre a situação da nossa Caixa de Previdência.

A PREVI vai bem, com controle eficiente de nossos ativos e preparada para a sua função: pagar os benefícios.

Perguntei sobre o que poderia ocorrer no caso de uma pretensa privatização do Banco do Brasil. Respondeu que, em princípio, não via grandes mudanças, visto que aquilo que o Banco privado poderia alterar é o mesmo que o Banco público poderia fazê-lo.

Perguntei se a PREVI não poderia auxiliar a CASSI, investindo na área da saúde, instalando hospitais, laboratórios, produzindo medicamentos, pois parece ser uma área rentável. Respondeu que qualquer investimento da PREVI tem de passar por um estudo de viabilidade. O sugerido da mesma forma. Este estudo e proposta de investimento devem ser da iniciativa da Diretoria da CASSI.

Por fim, recomendou para ficarmos atentos, a fim de não concordarmos com exclusões dos funcionários do Banco na direção da PREVI, pois são eles os nossos fiscais dentro da entidade.

Continuamos acompanhando e informando.

EDER CASAL – FUNCIONÁRIO DO BANCO DO BRASIL
(32 98854-4280)